A Alice de Dali

Qual a história que tem como personagens um chapeleiro maluco, uma lagarta, um coelho branco, uma tartaruga fingida, o gato de Cheshire e uma Rainha de Copas? Alguém aí não pensou em “Alice no País das Maravilhas“?

Alice_capa

Ilustração para a capa do livro “Alice no Paí das Maravilhas”, de Salvador Dali. Vídeo com as 14 heliogravuras.

 

A história escrita por Lewis Carroll – pseudônimo do escritor, poeta e matemático Charles Lutwidge Dodgson (1832-1898) – foi publicada em 1865. Há mais de 150 anos, as peripécias de Alice encantam adultos e crianças pois, muito mais do que um conto de fadas, é uma história psicodélica, imaginativa, crítica e atemporal.

Alice_Festadochamaluco

Ilustração para a “Festa do Chá Maluco”, de Salvador Dali.

Alice_Conselhodeumalagarta

Ilustração para o “Conselho de uma Lagarta”, de Salvador Dali

Certo dia, Alice adormece e sonha que entrou num outro país, o País das Maravilhas, onde tudo é muito estranho: ela encontra um Coelho Branco sempre atrasado, um Chapeleiro que toma um chá interminável com a Lebre de Março, ouve os conselhos de uma Lagarta Fumante e conhece a Rainha de Copas que quer cortar a sua cabeça…

Em 1969, quando a obra completava 104 anos, a editora de livros americana Random House – uma das maiores do mundo – decidiu que “Alice” merecia uma nova edição, algo especial. E quem mais psicodélico e surreal do que a própria história de Alice deveria fazer as novas ilustrações?

Alice_Dali1

Ilustração para a “Toca do Coelho”, de Salvador Dali. Vídeo (em inglês)apresentando a  publicação de 1969.

Preservando o texto original, a editora convidou o pintor surrealista Salvador Dalí (1904-1989)  para reinterpretar o visual da história. Ao todo, foram 14 heliogravuras incluindo capa e pós-capa.  As poucas edições publicadas tornaram-se relíquias. Em 2011, a Amazon anunciava a venda de uma delas por US$ 12,9 mil (cerca de R$ 20 mil, na época).

Alice_Ochaocroquetadodarainha

Ilustração para o “Chão Croquetado da Rainha”, de Salvador Dali

Alice_Ahistoriadebombariadatartaruga

Ilustração para a “História da Tartaruga Fingida”, de Salvador Dali

Para aqueles que não conhecem a técnica usada por Dali, a heliogravura consiste em um processo fotomecânico destinado a obter uma gravura a partir da exposição à luz e transferência química para uma placa de estanho (ou cobre) derivado de um petróleo fotossensível. Dali usou uma camada de gelatina sensibilizada com bicromato de potássio e negativos, colocado em contato com a placa de metal recoberta pela gelatina que após ser exposta a luz tem as partes assim expostas endurecidas e insolúveis na água. As regiões onde a luz não reage com a gelatina (devido as zonas escuras do negativo) serão lavadas e derretidas. Assim, um ácido utilizado em parte do processo ataca apenas as partes expostas do metal, criando sulcos ou gravações que serão preenchidas com tinta.

Lewis Caroll e Salvador Dali, duas mentes criadoras e psicodélicas que ousaram na Literatura e na Arte, fazendo do País das Maravilhas de Alice um lugar para onde qualquer um de nós gostaria de viajar e conhecer…

Autor: Catherine Beltrão